Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Fiz-me de bbado, meu primo me comeu

   OI GENTE! DESTA VEZ VIM CONTAR O QUE ACONTECEU COMIGO E MEU PRIMO. POIS BEM, MEUS TIOS MORAM NUMA CIDADE VIZINHA, ELES TEM TRÊS FILHOS, SENDO DUAS MULHERES E UM HOMEM. ERA SÁBADO, E EU E MEU PRIMO ESTAVAMOS COMBINANDO DE SAIR A NOITE PARA CURTIR UMA BALADINHA. MEU PRIMO SE CHAMA JUAREZ, TEM 20 ANOS, UM POUCO PARECIDO COMIGO, BRANCO E LOIRO SÓ QUE ELE FAZ ACADEMIA. QUANDO CHEGOU A NOITE NOS ARRUMAMOS E FOMOS PRA BALADA, CHEGANDO LÁ ELE ENCONTROU A TURMA DELE E COMO EU NÃO CONHECIA NENHUM DELES, ME SENTIA ESTRANHO. E ERA. ELES COMEÇARAM COM A BEBEDEIRA, COM AQUELAS APOSTAS QUE ELES FAZEM DE QUEM PEGA MAIS MENINAS E TALS. E MEU PRIMO SEMPRE COLOCANDO BEBIDA NO MEU COPO. EU NÃO BEBO, MAIS JÁ ESTAVA ME SENTINDO ESTRANHO. ENTÃO RESOLVIR FINGIA QUE BEBIA, LEVAVA O COPO ATÉ A BOCA MAIS NÃO BEBIA.

   QUANDO O MEU PRIMO SE DISTRAIA EU JOGAVA A BEBIDA FORA E ELE ENCHIA NOVAMENTE. ACHO QUE QUERIA ME EMBRIAGAR. QUANDO O MEU PRIMO JÁ ESTAVA MEIO TONTO ELE DISSE: EDUARDO, TÚ É DURO HEIN.TÚ TOMOU TODAS E ESTÁ NORMALZINHO. EU SÓ FIZ RIR. POR VOLTA DAS 2 DA MANHÃ RESOLVEMOS IR PRA CASA. ELE ESTAVA BEBADO, ENTÃO PASSEI A FINGIR QUE ESTAVA BEBADO TAMBÉM. QUANDO ESTAVAMOS PERTO DE CASA ELE PAROU PARA URINAR, EU TAMBÉM PAREI E FIQUEI OLHANDO. QUANDO ELE ABRIU O ZIPER, ARRIOU AQUELA CUECA PRETA E COLOCOU AQUELE MONUMENTO PRA FORA, SAIAM JATOS FORTES DE URINA. EU FIQUEI LOUCO, QUANDO EU VEJO UM PAU EU NÃO ME CONTROLO. PERGUNTEI SE PODIA DA UMA BALANÇADINHA, ELE OLHOU PRA MINHA CARA E DISSE: EU SABIA QUE ERA SÓ TU BEBER QUE TÚ LIBERAVA EU DISSE QUE ESTAVA DE BRINCADEIRA E ELE DISSE: PEGA LOGO GAY. ENTÃO EU PEGUEI, DEI UMA BALANÇADINHA, ALÍ MESMO NO MEIO DA RUA.

   ME ACHACHEI E COLOQUEI AQUELE PAU AINDA MOLE NA BOCA. ELE SE RECUOU E DISSE: "TÁ LOUCO VIADO? SE ALGUÉM VER.QUANDO CHEGAR EM CASA TÚ FAZ O QUE QUIZER." ALGUM TEMPO DEPOIS CHEGAMOS EM CASA DA TIA. TODOS ESTAVAM DORMINDO. FOMOS PRO QUARTO, ELE TRANCOU A PORTA E JÁ FOI COLOCANDO O CACETE PRA FORA. SENTEI NA CAMA E ELE COMEÇOU A FODER A MINHA BOCA COMO SE FOSSE UMA BUCETA. ELE METIA TODO SEU PAU DE 17 CM, BRANQUINHO E GROSSO DE GARGANTA A BAIXO. ME FAZIA ENGASGAR, E EU MORRENDO DE MEDO DE ALGUEM ESCUTAR, POIE ESTAVAMOS FAZENDO UM POUCO DE BARULHO. MAIS ELE NÃO QUERIA NEM SABER. SEGURAVA A MINHA CABEÇA E METIA O PAU NA MINHA GARGANTA. MEUS OLHOS LACRIMEJAVAM, E ELE NADA DIZIA SÓ FODIA A MINHA BOCA. MAIS CONFESSO QUE ESTAVA ÓTIMO. ELE FICOU COMPLETAMENTE NÚ, EU TAMBÉM.

   ELE ME DEITOU DE BRUÇOS, PASSOU UM CREME QUE TINHA LÁ, NO MEU CUZINHO E FOI DEITANDO POR CIMA, LOGO ENTROU TUDO NO MEU RABO. UM MISTO DE DOR E PRAZER. ELE PARECIA UM ANIMAL METIA FORTE RAPIDO, SÓ FICAVAOS OVOS DE FORA. A CAMA COMEÇOU A FAZER BARULHO, ESTAVA GOSTANDO, MAIS ESTAVA MORRENDO DE MEDO DE ALGUÉM OUVIR, POIS SÓ NOIS DOIS ESTAVAMOS NO QUARTO. DERREPENTE ALGUEM BATE NA PORTA. ERA A MINHA TIA, ELE PERGUNTOU SE NOIS JÁ ESTAVMOS NO QUARTO. ELE AINDA POR CIMA DE MIM DISSE QUE "SIM, QUE JÁ ESTAVAMOS DORMINDO." ELE PASSOU A FODER MAIS DEVAGAR, EU IA A LOUCURA, ESTAVA QUASE GOZANDO. FOMOS PRO CHÃO. FIQUEI DE QUATRO E TOME PICA. AGORA ELE PODIA FODER COMO ELE GOSTAVA, FORTE. ENFIM GOZAMOS MUITO. DORMIMOS E NO OUTRO DIA NEM TOCAMOS NO ASSUNTO.

   ELE OLHAVA PRA MIM E EU OLHAVA PRA ELE MAIS NADA DE FALAR NO ASSUNTO. CHEGUEI PERTO DELE E DISSE: CARA, ONTEM EU CHEGUEI MALZÃO! ELE: É. EU TAMBÉM BEBI MUITO. EU: NÃO LEMBRO COMO CHEGUEI AQUI. ELE: (RIU) NÃO LEMBRA? O PAI DELE CHEGOU PERTO DE NOIS E PERGUNTOU: ONTEM VOCÊS FIZERAM A FESTA NO QUARTO NÉ? QUEM FOI A PUTINHA QUE VOCÊS TRAÇARAM? MORRI DE VERGONHA E BAXEI A CABEÇA. MEU PRIMO DISSE: VOCÊ NÃO A CONHECE. PASSEI MAIS UMA SEMANA NA CASA DELES E TRANSAMOS NOVAMENTE. 

Torne-se um membro e comente