CONTO ERÓTICO

Estava eu num tradicional bloco de carnaval desses bem populares no sábado curtindo com os amigos, bebendo bastante... Nesse dia exatamente estava focado em só beber whisky com Red Bull, para, não ficar bêbado... Me recordo de ter recusado cerveja, bebido um pouco de Caipirinha de uma amiga, Catuaba no copo de outro e ter cheirado um pouco de lança perfume com um amigo... Enfim, em certo momento fugi de mim, realmente não lembro o que aconteceu, só sei que quando voltei a mim, não estava com meus amigos, e havia vomitado.. Não fazia nem idéia do que iria acontecer..


 
Recobrada a consciência, vi que meus documentos estavam nos bolsos, então procurei um banheiro para lavar meu rosto, lavar a regata que usava, e pensar na vida.. Decidi que ia para casa, mesmo ainda sendo 17 horas e com a festa indo até de madrugada. Estava chateado.. Não morava longe dalí, podia ir a pé.. E lá fui eu vomitado, puto por ter perdido o controle mais uma vez, a gente sempre se promete que aquela será nossa última vez.. E lá fui eu caminhando e pensando na minha cagada... E pensando, será o que fiz? Será que dei vexame? 
 
Há uns dois quarteirões de casa, um carro começou a me acompanhar, era um gol com um adesivo da Sky.. Eu achei meio estranho, mas segui firme.. Então o cara buzinou e falou: Tá indo pra onde? Respondi: Cara, to indo pra casa.. 
 
E ele falou: Posso te dar uma carona?
 
Retruquei: Não precisa, já tô chegando.
 
Ele insistiu: Você tá bem? Precisa de ajuda?
 
Respondi: Olha, to um pouco bêbado... De ressaca.. 
 
E ele falou: Te ajudo a chegar em casa. 
 
 

Ele foi me escoltando até chegar no meu prédio, lá falei com ele que o prédio era aquele e ele falou: Posso subir com você?
 
Ele era um moreno bem afeiçoado, meio baixo, cabelos lisos, pretos, seus 35, 40 anos, lábios carnudos, barriga de chopp, bem pai de família, barba rala com o boné e a roupa da Sky.. 
 
Então falei, vamos lá.. 
 
Enfim, eu estava bêbado, não muito consciente, e só falei assim: Não vai abusar de um bebado né? 
 
Ele falou: Claro que não, só quero te ajudar.. 
 
Subimos, entramos em casa e ele já veio encostando em mim, pedi um minuto para tomar um banho... 
 
Enquanto me banhava super rápido e escovava os dentes, afinal, beijar com gosto de vomito não deve ser muito bom.. Fiquei pensando, puta que pariu, será que esse cara não vai me roubar, me matar? Como estava meio bêbado, parece que as idéias não funcionavam direito.. Tomei um banho super rápido e fui pra sala, ele já estava sem camisa. Acho que um ladrão ou assassino não ia tirar a camisa assim né?
 
Ele já tava sem camisa e deitado na minha cama! Falei: Porra, nem esperou eu tirar sua camisa.. 
 
Ele veio pra cima me beijando... Era um pai de família bem bonitinho, tipo trabalhador mesmo.. Não tinha pelos, que, segundo ele se devia ao sangue indígena.. A barriga era tipo de pai de família, um pouco grande, descuidada e as pernas.. Ah, as pernas eram super grossas.. Se o visse na rua não faria meu tipo, mas naquela cirscunstância, era o que tinha pra aquele dia.. E valeu a pena! 
 
Ele era um baixinho safado, veio beijando e já pegando no meu pau.. Disse que tava doido pra dar uma mamada, que ele era casado com mulher e quase nunca ficava com homem.. Então mandei ele sentar na cama, abaixei a cueca e deixei ele mamar gostoso!!! Nada como fazer um pai de família feliz! 
 
Mandei ele ficar em pé, era minha vez de mamar! Aí tirei aquela calça jeans, meio justa e encontrei uma boa mala... E uma cueca bem pai de família mesmo, a cueca é a prova se o cara é pai de família de verdade... O pai de família não se importa com marca, usa qualquer coisa.. E alí tínhamos um típico paizão de família.. Cueca surrada.. Mas o recheio era gostoso! Um pau de uns 19 cm, bem grosso, que enchia a boca!!! Mamei um pouco aquele cacetão e tirei a roupa toda dele, ficamos nos sarrando, beijando na cama.. Os mamilos dele não me interessaram muito, eram pequenos, sem pelos, não me deu tesão... Enfim, o cacete valia a pena.. 
 
E lá fui eu fazer a posição que mais gosto de mamar.. Ficar deitado e o cara ficar como que de cocoras, colocando o cacete na minha boca pra eu mamar, engolir tudo até engasgar! Comigo o sistema é bruto! 
 
E ali vi que ele era realmente um pai de família com poucas experiencias gays.. O cara ficou louco com a minha chupada!!! E aí ele falou: Cara, me come! 
 
Saí de baixo dele e mandei ele ficar de quatro! Que rabinho bonito!! Não muito grande mas malhado.. Ele era um tom de moreno bem bonito, estava meio bronzeado, então a marca da sunga dava um contraste bonito.. Ele tinha uma bunda lisa, pernas com poucos pelos, que ele ressaltava em dizer que não tinha por conta do sangue indígena.. 
 
Então uma vez aprovada a bunda, esteticamente falando, mandei ele deitar.. Coloquei meu pau sob a bunda dele e deitei, roçando minha barba na nuca dele.. Os caras ficam loucos! E é engraçado que esse parecia estar bem carente porque ele soltou a pérola: Nossa, ninguém nunca fez isso comigo.. 
 
Romance no meio da foda não dá né? Aí falei: Ah, sempre que eu te fuder você vai ter isso!!! E fui esfregando meu pau na bunda dele, roçando minha barba nas costas dele, subindo e descendo, mordendo e ele ficando louco... E eu adorando fuder um pai de família.. 
 
Peguei a camisinha, dei o gel pra ele passar no rabo e nesse momento pensei: Pai de família, quase não dá, vai me passar um cheque esse filho da puta! Mas, eu tava com fome, né? Então, melhor receber um cheque e comer um rabo do que ficar sem nada, pelo menos parecia que o rabo dele era gostoso.
 
Mandei ele ficar de 4, tentei meter, porém realmente o rabo dele era muito apertado!!! E eu ainda estava um pouco bêbado, havia vomitado, não podia fazer nenhuma acrobacia... 
 
Mandei ele vir pra beira da cama, e ali de 4, ficou mais fácil eu dominar a situação... E fui metendo devagar, ele pelo visto havia dado pouco, era super apertado!! E eu adorando! 
 
Meti tudo e ele delirando, pedindo pra socar rápido.. E eu devagar, só abrindo o caminho... Quando senti que já estava relaxado, falei que ia come-lo de frango assado! Porém, aí descobriria se ele havia passado cheque ou não.. Ou continuava a comer ali e só descobriria depois ou teria essa triste surpresa.. Decidi ter a surpresa! E para minha felicidade ele não passou cheque!!!! Seria trágico eu com a cabeça rodando de bêbado e ainda o cheiro de merda, enfim, os astros me ajudaram!
 
E aí coloquei ele de frango assado na beira da cama e meti rola!! Aí si, meti sem dó!!! Movimentos rápidos, secos, sem dó e ele urrando!!! Virei ele de lado pra meter cruzado.. E meti, meti, e comi gostoso o rabo daquele paizão safado!! Depois de muito meter, pedi pra ele sentar no meu pau.. Fiquei deitado e ele veio e sentou e rebolou como só um puto sabe rebolar!!! E eu peguei naquele cacetão grosso dele e comecei a bater punheta!!! Uma cena linda aquela!!! Eu gozei nesse momento, enchi o rabo dele de porra, ele não gozou... Disse que demorava pra gozar e que na verdade tinha que comer a esposa mais tarde, tinha que guardar porra pra oficial.. 
 
Trocamos telefones, nos encontramos mais umas duas vezes, e ele sempre com o uniforme da Sky.. Sempre o comi, ele fazia questão de dar, dizia que já comia demais a esposa e que comigo ele só queria dar e dava gostoso!!! Eu adorava chupar aquele rabo dele! Nas outras vezes tive a deliciosa oportunidade de abrir seu uniforme, tirar seu boné, mamar seu cacete com ele uniformizado.. 
 
Por fim nossa história acabou num dia que liguei e a esposa atendeu e perguntou quem eu era.. Falei que era um amigo do futebol e ela perguntou por que eu ligava tanto.. Expliquei que era pra jogar bola, pedi pra dar o recado pra ele pra me ligar depois porque haveria um jogo.. 
 
Nunca mais ligou e nem eu liguei, me senti meio culpado por pegar um cara casado.. Não sou um destruidor de lares.. Enfim, foi ele que quis abusar de mim bêbado, né? 
 
Tomara que um dia meu aparelho da Sky quebre e ele apareça para consertar e matarmos a saudade..
Torne-se um membro e comente