Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Dando Para um Ator de Tv

 

   Tudo bem que eu atendo 24hs, mais ser acordado as 02;00 da manhã depois de um dia  super cansativo é foda mesmo. Foi o que aconteceu comigo. Já acordado e pronto pra sair fui até um flat no bairro de Moema e depois de esperar quase 20 minutos fui autorizado a subir. Ao abrir a porta do flat, me espantei com o cliente, pois até onde todos nós sabemos (vocês que está lendo inclusive) esse cara é hétero. Aparentando  certo medo ele me pede que entre rápido. Fiquei pensando  porque ele me ligou diretamente  já que ele trabalha na tv e todos eles armam um esquema louco  quando nos contratam, mais enfim não sou pago para questionar as atitudes das outras pessoas. 

   Demoramos um pouco para tirarmos a roupa, mais depois de muito conversar enfim ficamos pelados. Começamos a nos beijar ali mesmo e em pouco tempo já estávamos de pau duro. Fomos até a cama nos beijando  quando ele deitou, abriu as pernas apoiando-as na cama e eu comecei a chupar sua vara. Segurando  pelos meus cabelos, ele gemia e se contorcia muito enquanto eu o chupava. Em certo momento  eu arrisquei acariciar o seu cuzinho, acariciar apenas, nada de dedos e ele me repreende dizendo que eu não faça mais isso porque ele é hétero e só come.

   Ok, ok, continuei chupando. Com o pau super duro, ele diz que quer me comer, eu pego uma camisinha, coloco na cabeça do pau dele e com a boca vou deslizando a camisinha até cobrir todo o seu pau. Antes de me comer então, ele me diz que precisa lubrificar meu cú e me colocando de quatro começa a lubrificar meu rabo com sua enorme e deliciosa língua. Ao ouvir meus gemidos ele começa a lamber com mais vontade ainda. Foram os 5 minutos mais deliciosos daquela noite! Agora sim de quatro mesmo ele começa a socar vagarosamente  sua rola no meu cú, preenchendo aos poucos o meu rabo com sua tora, centímetro a centímetro, mesmo devagar era como se estivesse rasgando o meu rabo, me fazendo gemer de dor.

   Com o seu pau já todo enterrado no meu  cú, ele começa a socar forte  e em poucos minutos a dor  que eu estava sentindo deu lugar ao prazer.  O cara realmente sabia meter gostoso! Cansado de meter de quatro ele começa a me comer de frango assado o que parece ter feito o tesão dele  aumentar vendo minha cara de prazer ao ter meu cú totalmente invadido pela sua bela rola. Começou então a socar  e me beijar ao mesmo tempo, até que eu comecei a me assustar, pois ele segurou meus braços e agressivamente começou a meter terrivelmente forte no meu cú e dizer repetidamente  que ele era hétero e que eu estava sendo comido por um macho e não por um veadinho.

   O prazer que eu estava sentindo deu lugar dessa vez à dor de tão agressivo que ele estava sendo. Foram alguns minutos assim, minutos terríveis de dor pra mim, até que finalmente ele goza. Nunca rezei tanto para um cliente gozar logo como rezei dessa vez.  Ao tirar  o pau do meu cú eu pude ver o quanto ele havia gozado, pois tinha muita porra na camisinha. Apressado, eu começo a me trocar, nem pensei em tomar banho, queria mesmo era sair dali logo. Enquanto eu me trocava, o cara começou a chorar desesperadamente  dizendo que não era gay, que não sabia por que havia feito isso. Eu realmente não consegui ir embora e deixar o cara lá daquele jeito, chorando. Fiquei por mais 1 hora com ele batendo papo, tentando acalmá-lo.

   Quando ele ficou mais calmo ai sim eu fui embora, mais antes ele me diz o seguinte: Vitor, você sabe que eu sou hétero e que eu só como, não dou o cú, né. Minha resposta foi simplesmente foi olhar pra ele e diz: Cara fica tranquilo, e fui embora.  E mais uma vez eu digo, quem sou eu para julgar as atitudes das pessoas?

Torne-se um membro e comente
rodape fixo Hotboys