Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Atendendo seis caras em uma Sala

   Às vezes eu faço umas loucuras que depois que passa eu me pergunto o porque que deu ter feito risos. Um cliente  vem me pedindo há meses que eu o ajude a realizar a sua fantasia que é junto com cinco caras comer outro, no caso o passivo seria eu. Relutei por um longo tempo até que liguei para outros clientes antigos meu que eu já tenho certa intimidade, propus a ideia e pra minha surpresa todos toparam sem sequer titubear. (Intermediei o encontro dos seis, dividiram o cachê que eu cobrei que nesse caso foi bem mais alto, afinal de contas eram seis) e fomos para a casa de um deles. 
Ao chegarmos, fomos logo para o banho como de costume, saindo do banho fomos pra sala, rolou ali mesmo a sacanagem. 

   Quando eu me dei conta, eu estava deitado no chão da sala chupando dois caras ao mesmo tempo, sendo chupado por outros, dedado por outros, tudo ao mesmo tempo! Eu não conseguia comandar a situação, era impossível! Mal dava tempo de acostumar com algo e já estava fazendo outra coisa, até que em determinado momento eu me vi de quatro tendo meu cu sendo lambido por eles e gemendo demais (duvido que alguém goste de uma língua no rabo mais do que eu).  Um deles deitou na minha frente e eu comecei a chupá-lo, quando uma dor terrível me pega d surpresa, era um deles metendo uma vara no meu rabo. Caralho que dor terrível! Eu estava sendo comido, chupando uma rola, sendo masturbado, porra que doidera! Eu não conseguia nem saber direito quando um acabava de me comer e outro começava, de tão ágeis que eles eram. 

   Eu já não estava aguentando mais, meus joelhos estavam doloridos, pois estava de quatro há muito tempo já, estava com dor no rabo, pois estava levando vara de todos! Até que o último acabou de me comer. Nenhum deles me comeu até gozar. Quando o último acabou eles me deitaram no chão, fizeram um circulo ao meu redor e começaram a bater  punheta. Em poucos minutos os jatos de porra quente começaram a cair em meu corpo, era muita porra!!!! Um deles ainda teve a  ideia de espalhar a porra pelo meu corpo, FDP mesmo. Risos. 

   Todos voltaram para o banho claro, e o papo rolou solto, cada papo besta risos. Voltei pra casa vocês já devem imaginar cheio de dor! Sinceramente não pretendo repetir essa experiência tão cedo, se é que eu repetirei algum dia. Só lembrando que tudo foi feito com proteção hein galera, CAMISINHA sempre!

Torne-se um membro e comente