Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

O garoto de moletom azul claro

   Tem dia que estamos de saco cheio estamos insatisfeito e até meio tenso. Estava assim como eu tenho o horário flexível no trabalho, avisei minha supervisão direta e fui passear no SHOPPING que tem próximo a minha casa. Estava em uma loja grande nesse Shopping, quando notei que estava sendo filmado por um rapazinho acompanhado de uma mulher bonita depois vim saber que era sua mãe. Vamos ao rapaz era de uma estatura mediana um pouco mais baixo que eu aparentado ter pouca idade, olhos claros cabelos espetado e vestia um de moletom azul claro seu uniforme escolar enfim um rapazinho gostoso.

   Então comecei a retribuir o seu olhar, no momento em que nossos olhares se cruzavam ele segurava sua rola, e eu retribuía com sorriso e também segura em minha rola. Esse tipo de paquera ou caçada me excita muito, acho um verdadeiro tesão, pois esta praticamente na frente de todos e sabemos que seu caçado está pensando. Mas estranhava a atitude dele pela sua aparência de pouca idade e também de atitude.

   Então ele e sua acompanhante mãe, foram até uma gôndola de camiseta, eu também fui cheguei a tocá-lo e me desculpando, foi ai que descobri que era sua mãe, foi quando ele falou para ela que precisava ir até o banheiro para ela dar um tempo e foi caminhando e olhou para minha cara deu um sorriso maroto. Pessoal normalmente eu não faço esse tipo de coisa ir a banheiro de Shopping, não dá, acho sempre que estamos sendo filmado, mas o tesão era tanto e o garoto ousado e gostoso que não aguentei e fui ao banheiro. Ao entrar no banheiro estava vazio ele tinha entrado em um reservado e ficou com a porta entre aberta assim que a porta bateu ele fez sinal para entrar junto com ele e já tirou a camisa. Rapazinho de atitude.

   Meu Deus, ele tinha um corpo de adolescente perfeito, uns peitinhos saliente peito de punheteiro pelo qual eu passei toda a minha língua, uma barrinha magrinha formando o caminho da felicidade loucura, mas, abaixei minhas calças até os pés ele ficou completamente nu! Que loucura aquele garoto só pra mim e caiu de boca na minha pica mamando como ninguém, quase me fazendo gozar de tanto tesão.

   Virou-se de costas e pediu pra que eu fodesse o cuzinho dele. Coloquei uma camisinha e meti gotoso não esquecendo que estávamos num banheiro. Os gemidos foram inevitáveis meios espremidos e ele também gemia gostoso como uma cadelinha no cio. Estoquei como nunca aquele rabinho gostoso a cada socada ele ficava nas pontas dos pés, gozei bem fundo no cuzinho o fazendo ficar colado na divisória e eu colado nele, quando tirei a rola meio mole de seu cuzinho ele ainda teve energia pra dar mais uma mamada limpando toda a minha pica.

   Eu me recompus para sair primeiro do banheiro ai ele pediu meu celular o que forneci. Ele ficou dando um tempo limpado o rabinho enquanto eu saia, e do lado de fora não é que encontro com sua mãe e ela veio falar comigo se eu tinha visto um rapazinho de moletom azul claro lá dentro. Falei para ela que não, talvez estivesse em algum reservado se quisesse eu voltaria para ver, e ela falou se eu fizesse o favor ela agradeceria, pois achava que ele estava demorando um pouco. Fui e ao entrar ele estava em frente ao espelho. Dei-lhe um gostoso beijo e falei que tinha alguém lhe esperando lá fora e assim saímos praticamente juntos, e ao chegar próximo a sua mãe tanto ele como ela me agradeceram. Eu que sou grato a eles, agora estou aguardando a sua ligação.

danalmeida@hotmail.com

Torne-se um membro e comente