Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Estuprado na sada da academia

   Essa é uma história verídica. Meu nome é Carlos. Tenho 20 anos, e moro em Salvador. Sou moreno claro, 1,85m e malho todos os dias. Numa dessas noites, fui pra academia mais tarde, vestindo um short curto, normal de malhação, e uma camiseta. Eu gosto desse short porque deixa bem marcado o meu pau (19cm)! Bem, chegando lá, encontrei o Bruno, um loiro alto, mais ou menos 1,93... O cara é bem malhado, mas sem exageros.

   Peitoral definido, barriga sarada, pernas grossas e uma bunda linda. Mas, até aquele dia, nunca tinha falado com ele porque ele tira a maior onda de machão na academia. Nesse dia, resolvi encarar. Ficamos trocando olhares à noite toda, mas nada de aproximação. Meu pau ficou duro várias vezes foi até difícil de esconder.

   Mas, vi que ele notou. Cheguei a ficar animado com a situação, me imaginando transando com aquele cara maravilhoso! Mas, logo depois, ele foi embora fiquei decepcionado e uns 20 minutos depois eu saí. Já era mais de meia noite, e o estacionamento estava vazio. Entrei no carro, e quando já ia saindo, chega o Bruno bem agressivo, e gritou: você fica me encarando a noite toda, acha que eu sou veado é? Agora vai ter o que você quer.

   Vou te mostrar quem é veado aqui. Fiquei com medo, mas com muito tesão! Ele me fez passar para o banco do carona e tomou a direção. Pra minha surpresa, na saída do estacionamento estava o Marcos, um amigo do Bruno que malha lá também. Ele é menor que o Bruno, mas é muito gostoso, e parece ter um pauzão! Ele entrou no carro, e fomos. Perguntei onde estavam me levando e o Bruno me deu uma tapa e disse: fica quieto! Você vai aprender a não ficar encarando um macho de verdade, sua bicha. O amigo dele completou: você vai terminar a noite completamente arrombado, pra nunca mais querer saber de pica! Confesso que a intenção deles de me estuprar só me deixou mais excitado!

   Afinal, estava realizando dois sonhos eróticos: transar com o Bruno e fazer sexo a três. Eles me levaram pra a casa do Marcos. Logo que chagamos lá, eles trancaram todas as portas. O marcos logo me pegou por traz, numa chave de braço, apertando meu pescoço e pude confirmar: o pau dele é mesmo enorme enquanto ele me imobilizava, eu sentia aquele pauzão pulsante encostando na minha bunda. Estava adorando.

   Então o Bruno disse: bota esse veado de quatro que ele vai ver o que é ser macho agora o amigo dele obedeceu e me jogou de quatro no sofá o Bruno logo arrancou meu short e viu minha bundinha linda acenando pra ele, pedindo pra ser devorada ele ficou louco, acho que ele não esperava sentir tesão pela bunda de outro homem.

   Mas começou a alisar minha bunda, passando a mão no meu rego, e me deixando louco por pau! O amigo dele também ficou surpreso quando viu meus 19 cm duros! Mas, deu uma de machão, abaixou o short, e enfiou aquele pauzão na minha boca. Tinha uns 20 cm, mas era bem grosso. Já estava bem melado, e eu logo comecei a chupar com vontade aquele pau, sugando bastante da base à cabeça, que cada vez ficava maior o marcos começou a gemer alto, quase gritando: vai veado isso chupa meu pau estou vendo que você esta gostando vou encher sua boca de porra.

   E assim foram uns 5 minutos depois ele deu um grito alto de gozo e lançou seu esperma em minha boca bem quente e espesso, como eu gosto! Fez questão de segurar minha cabeça pra que eu engolisse tudo. Enquanto isso o Bruno já lambia meu cu, que a essas alturas já estava louco! Ele logo começou a meter um dedo, depois dois.

   O marcos, que não tirava o olho do meu pau, começou a bater uma punheta no meu pau. O Bruno então começou a roçar a cabeça do pau dele na abertura do meu cu, me chamando de veadinho, putinha vou te arrombar todo agora e foi metendo aquele pau de 22 cm no meu cu, bem devagar quando senti que a cabeça entrou ele deu um gemido alto, me segurou pela cintura e meteu tudo de vez.

   Aquele pauzão entrou todo no meu cu de uma vez até que senti seu saco batendo no meu. Ele começou o vai vem bem devagar tirava o pau todo e enfiava até o talo! Eu via estrelas! Até que ele começou a bombear bem forte, segurando na minha cintura com as duas mãos.

   O amigo dele, se entregou completamente: deitou em baixo de mim e enquanto ele chupava meu pau, eu chupava o dele de novo, ainda melado de porra do gozo anterior o Bruno estava alucinado, metendo cada vez mais, mais rápido, até que deu um gemido alto e gozou litros de porra lá dentro eu na mesmo hora gozei na boca do Marcos, que me deliciou de novo com sua porra espessa! Depois dessa, descansamos um pouco e fizemos de novo, só que dessa vez, foi o marcos que me comeu: e como ele sabe comer bem!

   Depois desse dia, viramos amantes, os três e aprontamos bastante todos os três temos namoradas, e ninguém desconfia de nada. Quem quiser manter contato: cueca22@globo.com

Torne-se um membro e comente