Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Dei, Gostei, Quero Mais.

Certas coisas que acontecem em nossa vida são engraçadas mesmo. Como representante comercial vivo de cidade em cidade, e às vezes os hotéis estão lotados e somos obrigados a dividir despesas para não ter que dormir no carro. E foi assim que tudo começou. Cheguei em Goiânia os hotéis lotados, encontro um conhecido de hotel na mesma situação que eu, ate que o recepcionista do hotel faz a proposta de dividirmos o mesmo apartamento. De pronto aceitamos, fomos para o apartamento, escolhemos nossas camas, ligamos a tv, e ficamos conversando amenidades, quando fiz menção de ir tomar banho, meu colega de quarto disse-me que tudo bem, pois ele iria dar uma olhada no mostruário novo que tinha acabado de chegar. Educadamente perguntei o que ele representava, e ele me disse que eram lingeries, e eu entrei no banho. Quando volto enrolado na toalha, vejo em cima de sua cama varias calcinhas e uma delas, uma asa delta vermelha me chamou a atenção e foi quando eu falei “QUE ROUPA BONITA ?, ISSO DEVE FICAR MUITO LEGAL NO CORPO DA MULHERADA” ao que meu amigo respondeu “ISSO FICA LEGAL EM QUALQUER PESSOA” rimos da situação, eu me desenrolei da toalha e comecei a me enxugar de frente para um espelho que tinha na parede do quarto. Ao olhar pelo espelho, vejo o rapaz admirando minha bunda, e quando se deu conta, ficou meio sem jeito, e para descontrair me disse “EXPERIMENTA ESTA VERMELHA, VOCÊ VAI VER COMO FICA LEGAL EM VOCÊ, VOCÊ VAI VER COMO EU TENHO RAZÃO!”, e rimos novamente, ele pegou sua toalha e entrou no banho. Enquanto ele tomava banho, sentei na cama e fiquei observando o mostruário, e vendo o catalogo, quando ele saiu do banho totalmente nu foi para frente do espelho e começou a enxugar o corpo. Eu peguei a calcinha vermelha não mão e ele novamente brincou “GOSTOU... EXPERIMENTA!”. Resolvi entrar na brincadeira peguei a calcinha vesti e fui para frente do espelho. Realmente aquele traje valorizava o corpo. Eu sou alto, tenho coxas grossas e minha bunda é carnuda, volumosa, e aquela calcinha valorizou ainda mais meu corpo. Quando, através do espelho olhei meu amigo, o pau dele tava duro, e ele acariciava aquele membro vagarosamente. Quando comecei a tirar a calcinha, ele veio por trás acariciou minha bunda e falou “QUE BUNDA GOSTOSA VOCÊ TEM!”. Aquela mão na minha bunda, arrepiou meu corpo, e logo pude sentir aquele pau duro no meio das minhas coxas, quando tentei escapar daquela situação, ele me segurou junto ao seu corpo, deu um beijo na minha nuca, minhas pernas amoleceram, um tesão incrível invadiu meu corpo, deixei fluir para ver ate onde ia. Nunca tinha feito nada parecido, sempre gostei de mulher, mas não sei porque estava gostando daquela situação. Ele carinhosamente passava a mão pelo meu corpo, acariciava minha bunda, e logo estava beijando minha bunda; meu pau endureceu, ele puxou a calcinha de lado e enfiou a língua no meio da minha bunda, aquele toque fez com que eu soltasse um suspiro, sua língua no meu anelzinho virgem me levava a loucura, eu estava fora de mim. Arrebitei bem minha bunda para facilitar suas carícias, e logo estava com meu corpo todo arrepiado de tesão. Era uma situação totalmente nova, inusitada, tesuda. Resolvi parar com aquela brincadeira, e virei de frente para ele, tentando parar aquela loucura, ao virar vi seu pau duro e não me contive, peguei e comecei acariciar num vai e vem lento, a outra mão acariciava seu saco sentindo o peso daquele macho gostoso em minhas mãos. Num momento seguinte já estava com aquele membro duro em minha boca, engolindo tudo e voltando sugando. Meu macho foi a loucura, e eu tinha me transformado numa fêmea no cio. Chupei, lambi, suguei feito uma colegial com sorvete de morango na boca. Ele gemia, se contorcia dizendo “CHUPA....CHUPA...QUE DELICIA...COMO VOCÊ CHUPA GOSTOSO...”. percebi então que era capaz de proporcionar um tesão indescritível naquele macho gostoso. Percebendo que ia gozar, ele me puxou pelos braços, me virou de costas para ele,soltou os laços da calcinha que rapidamente foi para o chão, eu apoiei na parede e olhei para o espelho, a cena era maravilhosa, eu de bunda arrebitada, um mastro duro no meio da minha bunda, procurando o caminho para meu anelzinho virgem. Virei meu rosto para traz e falei “COM CALMA...POR FAVOR...SOU VIRGEM...NUNCA DEI...” ele respondeu me dando um beijo na nuca e falando ao meu ouvido “VOU FAZER VOCÊ BEM GOSTOSO...SE DOER...EU PARO...”, encostei meu rosto na parede, abri bem as pernas, arrebitei e com as mãos abri minha bunda, ele direcionou o pau na minha portinha virgem e forçou a entrada. Aquela cabeça fez pressão e entrou, dei um grito de dor, meu corpo retesou todo, eu gemi “PARA...VAI DOER...PARA...NÃO VOU...PARA..., AGUENTAR...DOI...MUITO...SEU...PAU...É...MUITO...GRANDE...
GROSSO...”, carinhosamente ele parou e falou para eu relaxar, e ficou com aquela cabeçona dentro de mim, suas mãos percorriam meu corpo, meu mamilos duros sinalizavam que eu suportaria, e ele foi enterrando, novamente eu arrebitei a bunda, e forcei para fora, o efeito foi contrario, o pau dele foi invadindo, uma dor misturada com tesão provocava um frisson delicioso... eu começava a gostar da situação, instintivamente comecei a rebolar e ele a gemer ”ISSO...ASSIM...REBOLA GOSTOSO...REBOLA...”. Eu obediente rebolava, ao mesmo tempo que apertava com minha bunda aquele cacete que tava me levando a loucura, meu anelzinho piscava, e olhando para meu macho através do espelho via em seu rosto um sorriso de satisfação. Pelo espelho via aquele pau sendo enterrado na minha bunda, a dor tinha se transformado em tesão absoluto e a cada enterrada era um prazer, jamais pude imaginar que suportaria tal situação, ele ia enfiando, eu rebolando, até que senti as bolas baterem na minha bunda, nossos corpos colados me deram a certeza que estava tudo dentro de mim. Que delicia, que prazer que é ter um pau gostoso dentro da bunda, meu cu piscava de felicidade, meu macho me segurava pela cintura e começava a estocar, o vai e vem delicioso daquele pau rompendo minhas preguinhas virgens, meu ouvido recebia o gemido “QUE BUNDA GOSTOSA...COMO VOCÊ É GOSTOSA...MECHE...REBOLA...” entrei em êxtase, tava dando e sentindo um prazer que nunca eu tinha imaginado, logo eu entrei no pré-gozo e comecei a chorar, meu macho fez menção em parar ao que eu urrei dizendo “NÃO PARA...TA...AI...GOSTOSO...MUITO...GOSTOSO...NÃO PARA...AI..QUE...TESAO...MARAVILHOSO...METE...MAIS..METE...MAIS...” e chorava, tava chorando de tesão naquele pau duro, gostoso. As estocadas começaram a ficar mais fortes, mais fortes, e eu gozei sem ao menos tocar no meu pau...gozei pela bunda, e logo em seguida meu macho gozou gostoso. Quando ele tirou o pau de dentro de mim, virei para o espelho, abri minha bunda, passei a mão pelo meu rego, e sorrindo para ele disse “QUE GOSTOSO...QUE DELICIA DE PAU VOCÊ TEM...OLHA O TESÃO QUE EU ESTOU...MEU...CORPO...ESTA...TODO...ARREPIADO...QUERO...
MAIS...MAIS...MUITO MAIS...ADOREI CHORAR DE TESÃO NO SEU PAU”. Passei mais 3 dias e duas noites naquele hotel, chupei e dei como nunca, meu carinhoso macho me transformou em fêmea no cio, e eu descobri que transar com mulher é muito gostoso mas dar a bunda é muito mais gostoso...detalhe: trouxe a calcinha de presente, e de vez em quando visto relembrando...

Torne-se um membro e comente
rodape fixo Hotboys