Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Meu ex-melhor amigo

Cara, existem momentos em nossas vidas que temos a impressão de que conhecemos o nosso eterno amor, mas estamos, geralmente, enganados. Isso foi o que ocorreu comigo. Eu tinha um amigo chamado Leonardo(nome ficticio), sempre tive o maior tesão por ele. Ele não é do tipo marombado, mas me levava a loucura. Foi assim, após conhece-lo, não demorou muito para que já estivessemos intimos, eu todo fim de semana ia dormir em sua casa. No começo, ele era retraido, não me tratava mal, mas não me dava muita liberdade. Com o tempo fui me apaixonando por ele, e ele foi ficando mais solto em sua brincadeiras comigo. Sempre tive medo de chegar nele ou me insinuar de forma mais direta, poís ele é muito brincalhão. Enfim, houve um dia em que os pais dele viajaram, ficamos só nós em sua casa. Acordamos com a mãe dele avisando que estva de partida e que teriamos que levantar para prepararmos o almoço e etc... Ai tudo começou, ele estava deitado de bruços e disse que estava de pau duro e não sabia por que, brinquei com ele sugerindo que fosse para o banheiro tocar uma punheta, ai ele se levantou e foi até o banheiro, anunciando que iria tomar banho. Como eu estava na cama ao lado da dele, continuei deitado e acabei pegando no sono de novo. Ao ouvir o barrulho do banheiro, acordei, porém continuei com os olhos fechados, ele saiu enrolado na toalha, ao me ver, acreditou que eu ainda dormia, e deixou a toalha cair. Eu quase morri do coração, afinal, o que eu mais esperava estava acontecendo, eu via o seu belíssimo pau, que mesmo mole, era grande e espressivo. Decidi "acordar" para ver qual seria a reação dele. Falei "Já tomou banho?" Ele me olhou de forma encabulada e respondeu "Já". Vestiu a cueca e uma bermuda, do tipo surfista que o deixava mais gostoso e saiu do quarto. Eu não tinha forças para me levantar. Acabei levantando e tomando um banho frio após tocar uma punheta pensando nele. Quando sai do quarto o encontro na cozinha, fui até ele agindo naturalmente, ele me olhou e deu uma deliciosa pegada no pau, enquanto conversava comigo. Almoçamos e combinamos que eu lavava a louça e ele enchugava. Enquanto eu estava lavando a louça de costas para ele, sinto ele chegar bem perto de min, roçando o pau na minha bunda e dizendo algo fútil, que nem me lembro agora. Chegou a me faltar o ar. Terminamos o serviço, eu estava muito perturbado, então ele me chamou para assistir a um filme pornô, quando o filme estava no seu apice, ele tirou o pau para fora, que devia ter uns 20cm, e começou a se masturbar, fiquei na minha. Então ele se levanta e vai para o banheiro, pensei que iria se satisfazer por lá mesmo, até que escuto ele me chamar, fui ver o que ele queria. Quando chegou, ele me agarra e me lasca um beijo, o chão se abriu nos meus pés, eu me entreguei completamente ao desejo. Me ajoelhei e começei a chupa-lo. O gosto de seu pau era como nectar que a muito esperava me deliciar. Quando ele estva perto de gozar me avisou e disse para que eu parasse que ele queria gozar na minha bunda. Fomos para a cama e transamos loucamente. de todas as posições possíveis.Para mos quando ouvimos o barulho do carro dos pais dele. Durante a madrugada ele me acordou para continuarmos. Eu cavalgava nele quando derrepente o pai dele entra e nos vê fodendo. Quase morremos de susto. Mas o pai dele que é um coroa muito gostosó, disse que era para nos acalmarmos que ele também queria participar da festa. Chupei o pai dele enquanto ele me comia. Enfim, muito gozo e muita porra rolaram. Mas o tempo se encarregou de nos separar, e hoje nós não nos falamos. Mas quando nos cruzamos no corredor do colégio, ainda vejo e seu olhar sacana e as suas pegadas no pau para me instigar.

Torne-se um membro e comente
rodape fixo Hotboys