Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Virei Putinha!

 Desde pequeno eu gosto de roupas femininas e me sinto muito bem com elas em meu corpo. A história q vou relatar se passou a uns dois meses atrás. Eu estava sozinho em casa, meus pais viajaram, eu iria ficar sozinho por duas semanas. Era uma tarde de sabado e eu não tinha nada para fazer, resolvi colocar um fio dental da minha mãe, fiquei com ele o dia todo. Quando eram umas 5 horas tocou o interfone, era meu vizinho, Manoel, ele tinha 19 anos , ele queria um livro emprestado, ele era meu amigo e sabia da viagem dos meus pais. Fui abrir para ele, ele entrou e fomos pegar o livro, eu continuava de fio dental mas com um shorts por cima, peguei o livro, mas na hora que fui entragar o livro pra ele deixei-o cair e quando fui juntar senti que meu shorts abaixou e que minha calcinha ficou visivel, peguei o livro e agi como se nada estivesse acontecendo, ele tambem estava normal e foi embora na boa, eu fiquei aliviado achando que ele não tinha percebido. Fui dormir tranquilo este dia.
    No dia seguinte, domingo, la pelas 2 da tarde, toca novamente o interfone, era novamente Manoel, achei q ele estava devolvendo o livro, porém quando vou abrir a porta percebo que ele esta acompanhado de um amigo que aparentava uns 20 anos. Eles entraram e começaram a puxar papo, percebi que ele não havia vindo para devolver o livro, ficamos conversando até que de repente ele me perguntou se eu era liberal, estranhei a pergunta e perguntei em que sentido ele queria saber, ele me falou que era em sexo. Fiquei nervoso e respondi " depende!". Ambos deram risada e começaram a me olhar de uma forma sacana, foram se aproximando, passando a mão em mim, fiquei estatico. Foi quando Manoel falou que havia visto minha calcinha no dia anterior e também disse que ja que eu era mulherzinha eu ia ter que dar para ele e para o seu amigo. Gelei, porém no fundo estava adorando a idéia.
   Tentei escapar mas aqueles 2 machos estavam realmente afim de sexo, percebi que eu naum teria chance de escapar, então resolvi liberar. Comecei a deixar as suas mão me percorrerem, ele me alisava todo, quando tocou minha bundinha, mesmo por cima da calça, senti um arrepio gostoso e dei um leve gemido. Então levantei e pedi para eles esperarem 5 minutinhos.
    Fui até o quarto de minha mãe, tirei minha roupa, fiquei só com o fio dental, coloquei meias 7/8, uma cinta liga, uma saia de couro muito pequena e justa, luvas pretas, uma blusinha branca justa e por ultimo a peça que eu mais gosto: um lindo tamanquinho preto com um salto muito alto. Acabei de me transformar me olhei no espelho, estava linda, porém com muito medo, mas naum desisti, peguei o KY na pia do banheiro e voltei para os meus dois machos. Quando os dois me viram quase naum aguentaram de tesaum, começaram a me elogiar e vir para cima de mim. Aí eu soltei a putinha que existia dentro de mim.
    Manoel começou a me despir e me deixou somente com as luvas, as meias e o tamanquinho, aí ele tirou seu pau ( que por sinal era lindo e grande, devia ter uns 25 cm) pra fora
e mandou eu chupar, obedeci, foi delicioso, enquanto isso eu sentia seu amigo me lambendo o cuzinho, eu chupava aquele pinto todinho, da base até a cabecinha, de repente senti ele pulsando mais forte foi quando ele despejou litros de porra em minha boca, os quais eu fiz questão de engulir até a ultima gota. Após ele gozar ele ordenou que eu ficasse de 4, e falou que eu iria receber o meu presente, senti meu cuzinho ser invadido mais algumas vezes pela lingua do seu amigo, e ao mesmo tempo tbm senti o KY sendo espalhado por ele, de repente sinto algo mais "firme" me penetrando, era o pau do seu amigo, eu estava adorando aquele pinto quente me rasgando, estava doendo muito, mas meu prazer era maior, ele começou a aumentar o ritmo, comecei a gemer, eu gemia alto feito uma puta, Manoel pediu para eu me conter, mas eu naum conseguia, foi quando ele veio na minha frente e enfiou seu pinto ainda mole em minha boca, somente assim eu me calei, meu deus como aquilo era bom, eu estava realizada, de repente senti que seu amigo aumentou ainda mais o ritomo e gozou em minha bundinha, foi ótimo, aí Manoel tirou o pau de minha boca e falou que agora era ele que iria me comer, tudo bem para mim, porém foi somente neste momento, quando olhei os dois cacetes lado a lado, que eu percebi que o cacete do amigo de manoele era muito menor que o dele, devia ter no máximo 15cm, fiquei assutada, mas Manoel falou para eu relaxar que tudo daria certo, me apoiei no sofá e abri bem as pernas, fiquei bem na pontinha dos meus tamanquinhos, ele novamente me lubrificou e começou o ritual, ele foi muito carinhoso, colocava devagarinho, até que eu senti que havia entrado tudo, me senti dividida ao meio, aí ele começou a mexer, comecei a rebolar minha bundinha, iniciamos um delicioso vai e vem, estava muito gostoso eu gemia e rebolava feito uma cadela, e enquanto isso seu amigo apenas nos observava com a mão sobre o pau, Manoel começou a acelera e a falar coisas no meu ouvido, me chamar de putinha, cadelinha, gostosa, eu respondia gemendo cada vez mais alto, ele começou a me punhetar, fomos aumentando o ritmo até quando explodimos os dois num gozo simultaneo!!!!!
    Ele me largou, fiquei estendida no chão, ficamos quietos mais alguns minutos, depois tomamos um banho todos juntos, onde novamente fui a mulher daqueles dois machos, depois eles foram embora, mas nessas duas semanas sozinha, Manoel me fez muitas visitas, numa delas ele até trouxe um travesti com ele, foi o máximo, mas isso é outra história.

Torne-se um membro e comente
rodape fixo Hotboys