Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Amigo Caminhioneiro

Estava no bate-papo uol, buscando um novo amigo. Conversei com vários mas percebia que eram os mesmos caras de sempre que marcam e nunca aparecem, então cortava e buscava o próximo. De repente aparece um cara com o apelido "Caminhoneiro", começamos a conversar e ele explicou que estava na cidade para descarregar, que passaria a noite no caminhão sozinho e não comia ninguém a mais de 5 dias.
Peguei o carro e no local indicado estava o caminhão estacionado, ele tinha deixado um espaço na fila que cabia meu carro certinho, estacionei, desci do carro e logo a porta do caminhão se abriu. Estava como combinado, calca de moletom cinza e uma camiseta branca, por baixo calcinha, meia, 7/8, cinta liga. Entrei no caminhão fechei a porta e ele foi logo me beijando, passando a mão na minha bunda, fiquei meio perdido e quando percebi estava sem a calça rebolando naquela mão deliciosa que me pegava e apertava. A pica dele começou a endurecer tirei ela da roupa e comecei a chupar, cheiroso, parecia ter tomado banho naquela hora, me segurava pelos cabelos conduzindo o ritmo da chupada, em poucos minutos anunciou o gozo, o primeiro jato senti na boca, o segundo melou o rosto e cabelo, respingou no peito... fiquei todo melado. Achei que haviamos terminado, mas ele pediu para eu virar a bunda pra ele ver um pouco, ficou acariciando, o pau logo endureceu novamente e ele começou a se esfregar, a pica buscava meu cuzinho, ele deu umas boas lambidas na entrada, vestiu uma camisinha e foi entrando... doeu bastante, senti cada centrimetro daquele pau me invadindo, estava imóvel, lágrimas escorriam pelo meu rosto, em silencio senti meu cuzinho apertado acostumando com aquela carne que me preenchia, então senti a primeira estocada forte, e ele começou um movimento socando com força, sentia as bolas batendo em mim, estava sendo arrombado, seus braços me puxavam pelo ombro, as vezes me puxava pelos cabelos, eu gemendo e soltando gritinhos abafados, estava completamente dominado, então ele gozou e ficou fincado em mim por mais alguns instantes... tirou a pica de dentro deixando um vazio enorme em mim. 
Me recuperei um pouco e sai do caminhão ainda de pernas bambas, com rosto e cabelos totalmente melados de porra, fui para casa, disfarcei e tomei um banho antes de deitar.

Torne-se um membro e comente