Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Visita de um amigo

Tenho muito tesão em gordinhos, e tenho um certo fetiches por heteros. Não sou assumido e por isso tenho muitos amigos heteros. Moro no Rio de Janeiro e ano passado um amigo o qual eu tinha muito tesão nele veio para cá e me pediu hospedagem. Eu, lógico, não hesitei e aceitei dar hospedagem para ele na condição de só haver uma única cama de casal em minha casa. Ele disse que não se importava, o importante era ter onde dormir. Dias se passaram e ele chegou. Busquei-o no aeroporto e aí avista-lo fiquei louco de tesão ao olhar aquele volume maravilhoso. Grande? Calma que chegaremos lá. Trouxe-o para minha casa. Chegando, ele pediu logo para tomar banho, eu cheio de tesão dei logo uma toalha para ele. Ele tirou a roupa e ficou só de cueca na minha frente, pegou naquele volume maravilhoso e eu fiquei louco, porém contido. Ele tomou banho e disse que estava cansado da viagem, pois foi uma longa viagem do Acre para o Rio. Deitamos e ele dormiu ao meu lado. No primeiro dia eu só pude olhar e tocar uma punheta no banheiro. No dia seguinte fomos a uma boate. Lá eu tinha que fazer algo para embebeda-lo, porém difícil porque ele é acostumado a beber. Resultado, ficou tonto, porém sóbrio. Voltamos para casa, eu louco de tesão e doido pra voar em cima dele e chupar aquele cacete desconhecido o qual eu só via volume e não podia tocar. Ele tomou banho e fomos dormir. Nisso, passaram-se mais 4 dias e nada de rolar alguma coisa. Até que ele conheceu um carinha vendedor de doces que se propôs a levá-lo a uma quadra de escola de samba. Chegou a noite e eles foram. Por volta de 4 da manhã ele chegou em casa morto de bêbado, havia bebido tequila, sua fraqueza. Abri a porta, ele me abraçou e disse que estava muito bêbado, pediu que eu desse um banho nele. Eu fiquei nervoso e ao mesmo tempo louco de tesão, fiquei sem ação e ali sem saber como reagir, comecei a tirar a roupa dele. Tirei a camisa com calma, depois os sapatos, meias, e a calça. Perguntei a ele se ele queria tomar banho de cueca e ele me respondeu que poderia ser pelado sem problema, desde que eu desse banho nele. Nervoso, tirei finalmente a cueca dele. Me deparei com aquele cacete mole e enorme! Me assustei e até brinquei com ele, nossa que troço grande. Ele sorriu e disse: Gostou né? Ela sem jeito e de pai duro respondi que nada cara. Fomos para o banheiro eu carregando ele. Liguei o chuveiro e comecei a ensaboa-lo. Fui passando o sabão em todas as suas curvas com calma, para poder sentir bem o corpo dele. Enxaguei, e fui para as partes íntimas, muito nervoso, passei na bunda, ele riu e disse vai com calma que ainda é Virgem. Eu pensei comigo: ainda? Como assim? Porém fiquei calado. Depois fui finalmente para a parte da frente passei as mãos no sabonete e comecei a esfregar naquele cacete maravilhoso, fiquei com tanto tesão que o pai cresceu e ele percebeu que eu estava de pau duro. Esfolei aquela piroca enorme e percebi que ela estava crescendo. Continuei esfregando e quando percebi o caralho estava totalmente duro na minha mão. Liguei o chuveiro e comecei a limpar o ensaboado. Terminando de limpar, não resisti e meti a boca na cabeça. Ele riu e disse chupa gostoso. Me afoguei naquele caralho de 26CM como um louco. Chupei muito, até que ele disse, vamos para a cama? Quero provar essa bunda que me parece apetitosa. Eu não pensei duas vezes e sai levando ele para a cama. Chegando lá, pegue uma camisinha e ele disse: não, isso me aperta. O pai era muito grande e grosso. Ao ouvir isso, brinquei com ele, será se vou aguentar isso tudo? Ele riu mais uma vez e disse: com jeitinho vai. Peguei o lubrificante e comecei a lambuzar aquele pau enorme, passei um pouco na bunda tbm, para garantir. Ele sorrindo, disse, fica de quatro cadela! Nossa, quando ele falou assim, meu cuzinho piscou, fiquei louco e logo obedeci aquele macho maravilhoso. Ele começou a roçar aquela cabeça do pai enorme na beirada do meu cu e dizendo sacanagens, quer que eu meta no seu cuzinho sua cachorra? Eu só gritava quero! E a cada palavra, meu tesão só aumentava. Até que ele meteu de uma vez. Pqp! Que tesao! O pau foi entrando, e quando percebi, aquele caralho estava todo dentro do meu rabinho. Ele começou bombando devagarinho e depois foi aumentando a velocidade. Puta que pariu! Que homem gostoso! Eu gemia de tanto tesão com aquele caralho enorme entrando e saindo do meu cuzinho de quatro. Até que ele pediu para trocar de posição. Eu não aguentava de tanto tesão e disse: faz o que você quiser comigo, sou todo seu! Ele cheio de tesão tbm, disse fica de frango assado, eu fiquei, ele pegou minhas pernas, subiu e me colocou de cabeça para baixo, e começou a Meter aquele cacete no meu cu, pisou na minha cabeça e começou a me foder loucamente. Quanto mais ele me fodia, mais tesão eu tinha. Novamente ele me pediu para tocar de posição e me pediu para sentar naquele caralho enorme. Eu não pensei duas vezes é assim o fiz. Comecei a bombar loucamente e depois de um bom tempo, não aguentei com tanto tesão e gostei sem sequer tocar no meu pau. Ele riu e disse, já? É só a primeira né? Eu respondi que sim. Eu estava com tanto tesâo que continuamos, várias posições fizemos e ele nada de gozar. Gozei pela segunda vez ele me metendo de quatro novamente. Até que na minha terceira gozada, ele pediu para que eu chupasse novamente. Eu não pensei duas vezes e obedeci aquele macho alfa maravilhoso! Comecei a chupar loucamente, até que ele disse eu vou gozar, eu vou gozar, eu vou gozar! E encheu minha boca, minha cara, meus peitos todos de leitinho. Ao fazer isso, pediu que eu engolisse, eu engoli aquela porra maravilhosa! Ele olhou pra mim e disse: Satisfeito cachorra? Não era isso que tu queria? Eu lógico não perdi a oportunidade e disse: quero mais! Ele respondeu: até eu ir embora tem chão. E assim foi o restante da viagem. Dando para aquele macho alfa!

Torne-se um membro e comente