Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Um dia de sorte...

Meu nome é Marcello, tenho 37 anos, sou casado pai de dois filhos e tenho alguns sentimentos diferentes de héteros! Hoje foi um dia comum, tive reunião na empresa com os prestadores de serviços, pessoas com as quais me identifico somente profissionalmente, mas ao sair de casa estava com uma certa maldade. Queria achar um cara legal pra curtir…, então coloquei uma calcinhas bem pequena debaixo da cueca e fui trabalhar. Após o trabalho fui tomar uma cerveja com o pessoal em um posto de combustíveis e trocamos várias ideias, mas no interior do restaurante tinha um cara que não tirava os olhos de mim, e eu sempre passando o olhar sobre ele também, era um cara negro de 1,87m mais ou menos uns 95kg, e eu sou loiro e tenho 1,80 e 81 kg. Ele estava de todo atleta, com um shorts de moletom e um volume na frente que me deixou boquiaberto. Enquanto trocávamos olhares minha galera foi se desfazendo e foram todos embora, inclusive eu, mas eu dei o balão e voltei ao posto, sentei sozinho no canto e ele ainda estava lá, então ele chegou mais perto e perguntou se nos conhecíamos de algum lugar, eu disse que não me lembrava e convidei ele a sentar-se, ele topou na hora, então resolvi não demorar muito e perguntei qual era a dele, e ele me disse que me curtiu… uau… me senti o maximo e então retribui a gentileza dizendo o mesmo e já em seguida questionei se ele não tinha um lugar mais reservado pra gente ficar mais a vontade, ele disse que morava sozinho e me convidou pra conhecer o Ap dele, concordei e fomos, cada um no seu carro. Chegando lá, nem imaginava o quanto gentil ele era e já me trouxe uma bebida e disse pra eu me sentir à vontade e colocou uma música, me perguntou se eu lhe dava licença para ele ficar a vontade, eu disse claro, vc está em sua casa, então ele se despiu completamente, genteeeee… que corpo, que pau era aquele, que bunda durinha, que peitoral… então ele disse pra eu fazer o mesmo…. fiquei tímido e disse que eu estava de calcinha… quando falei isso o pai dele ficou duro na hora… então ele disse pra eu tirar tudo menos ela… assim eu fiz, quando ele me viu, me pediu pra ficar de 4, assim eu fiz… ele começou a me acariciar e me lamber inteiro, chupou meu pau e me levou para o banho, ele me lavou inteiro e então me deixou nu… voltamos para a sala dele então ele me sentou e colocou aquele pau na minha frente… cai de boca sem medo chupei deliciosamente e ele gemia de tesao… então ele me pediu pra ficar de 4 novamente e começou a chupar meu cu, e meu pai dinovo, então me virou e começamos um delicioso 69 eu por baixo e ele por cima, eu nunca tinha dado antes, mas ele me convenceu então passou um creme no meu cu e se deitou pedindo pra eu controlar a entrada dele em mim, com ele deitada e aquela rola de 18cm aproximadamente toda ereta fui descendo bem devagar… e curtindo cada centímetro daquele pau negro entrando em mim… doía bastante mas eu não queria desistir enquanto ele não gozasse… ele preocupado pediu pra eu parar que ele iria sentar em mim… e assim o fez com maestria… mas enquanto ele sentava em mim eu ficava olhando a rola dele e eu queria terminar aquilo que tinha começado então invertemos as posições novamente e ali depois de alguns minutos ele gozou dentro de mim e eu gozei muito sobre o corpo dele. Creio que este acontecimento foi único e não quero perder o contato deste meu afro alfa.

Torne-se um membro e comente