Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Meu primo do interior

Oi, estava lendo esses contos e de tanto tesão vou contar as minhas histórias tbm. Meu nome é Fábio e vou contar como tive a minha primeira vez com um primo muito tesudo que mora numa cidade próxima da minha. O nome dele é Gustavo e esse fato aconteceu a muito tempo. Bem, minha atração por ele começou um ano antes pois sempre passamos o reveilon na casa da minha tia em Santa Catarina. Eu sempre fiquei cuidando ele e suas coxas lisinhas mas nunca tinha visto o quanto elas eram gostosas de perto. Um dia estamos tomando banho na piscina da casa da minha tia e de repente eu tive a idéia de fazer campeonato de quem ficava mais tempo embaixo da água mergulhando. Mas como não dava pra ser boiando eu disse pra ele que teria que segurar nas pernas dele. Quando eu fui mrgulhar esfreguei minha cara no seu pau fiquei com a minha boca bem no pau dele. Minhas mãos seguravam suas coxas e ali vi que ele um dia ia ser meu. Bem, o verão passou e no meio do ano teve o aniversário da minha avó em Porto Alegre onde eu moro, naquele dia como toda a família estava aqui ficou combinado que os meus primos iriam dormir na minha casa, inclusive ele. Quando chegamos em casa minha mãe preparou uma cama no chão da sala pra duas pessoas e uma no sofá. Eu vi que meu outro primo estava indo dormir no sofá e deitei bem feliz na cama do chão. Quando Gustavo deitou ao meu lado eu pensei comigo "É hoje!". Deixei passar uma meia hora e vi que meu outro primo estava ferrado no sono e o Gustavo estava dormindo tbm. Foi aí que eu comecei a agir, estava sem camiseta e só de bermuda e o Gustavo estava de camiseta e shorts. Comecei a passar a mão nas suas coxas lisinhas e fiquei com ela parada em cima do pau dele que estava um pouquinho duro. Quando sem mais nem menos ele se mexeu eu tirei minha mão de cima dele e fiquei deitado de barriga pra cima nervoso pois pensei que ele tinha acordado. Ele se virou e colocou a mão em cima da minha barriga e me abraçou. Eu fiquei muito nervoso mas pensei: "Ele está gostando". Virei de frente pra ele e fui direto beijar a boca dele. Nos beijamos de língua, foi o beijo mais molhado e gostoso que dei até hoje. Depois do beijo ele susurrou no meu ouvido:"Chupa" e eu caí de boca na hora no pau dele que já estava bem duro, devia ter uns 16cm na época com poucos pentelhos bem de garotinho mesmo. Chupei ele e lambi suas coxas e saco. Depois pedi pra ele chupar tbm e ele começou um vai e vem com sua boca no meu pau que me deixou muito louco. De repente sem falar nada ele se vira de costas pra mim, eu cheguei bem perto dele e comecei a encoxar ele. De ladinho ele pegou e abriu sua bundinha lisa e sem pelos e deixou que eu colocasse a cabecinha do meu pau que devia ter tbm uns 16 cm. Eu fui colocando devagar pois ele gemia um pouco de dor até que enfiei tudo. Ele ficou rebolando no meu pau e depois eu tirei o pau melado e cheirando a rabo do cuzinho dele. Ele me botou de barriga pra baixo e começou a forçar o pau dele no meu cuzinho que estava seco. Eu peguei e comecei a rebolar pra ver se pelo menos entrava devagar no seco, foi quando ele meteu a cabecinha e deitou com tudo em cima de mim. Naquela hora eu tinha certeza que estava gostando daquilo pois começamos a nos esfregar um no corpo do outro e até esquecemos que nosso primo estava dormindo no sofá bem do nosso lado. Ele pingava suor em cima de mim mas não parava de rebolar dentro do meu cu. Eu rebolava e empinava mais a bunda pra que ele sentisse que eu estava querendo ele todo dentro de mim. Ficamos num movimento assim uma meia hora sem gozar muito bom. Depois ele saiu de cima de mim e de frente um pro outro começamos a nos beijar e bater punheta um pro outro até que gozamos um em cima do outro no mesmo tempo e se beijando. Hoje tenho 23 anos e meu primo nunca mais me quiz mas tenho certeza que ainda quero ele.

Torne-se um membro e comente