Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Meu primeiro carro

Oi, meu nome é R...., após algum tempo de muito trabalho consegui comprar meu primeiro carro e como não podia esperar na mesma semana liguei para um amigo que morava no interior e disse que iria no fim de semana. Na sexta depois do trabalho entrei no carro e fui, estava louco para dirigir na estrada e nem pensei que seria melhor deixar para dirigir durante o dia. Bom segui viagem, dirigi durante pouco mais de uma hora foi quando senti perder um pouco a estabilidade do carro, então encostei o carro e vi que havia um pneu furado, isso não seria nada se eu tivesse uma chave de roda, mas descobri que não tinha. Fiquei umas duas horas na estrada, meu celular não tinha sinal e nenhum carro parava foi quando inesperadamente um caminhão parou. O motorista desceu, eu expliquei e ele disse que tinha a chave, eu nem acreditava, estava salvo. Depois de trocar o pneu, agradeci e disse que não sabia como agradecer, que ele foi o único que parou, ele se aproximou e disse que sabia o que queria e que seria melhor que eu cooperasse, eu disse que não estava entendendo, então ele disse que estava na estrada há mais de um mês e que precisava muito fuder e que iria me comer de qualquer jeito. Mandei que parasse com esse papo. Ele era bem mais forte e era muito maior que eu, eu tenho 1,72 e ele devia ter uns 2,00M, olhos escuros, braços longos e fortes, de quem trabalha duro. Num único golpe me segurou pelo braço e me girou, me deu uma gravata, eu não conseguia me mexer, começou a esfregar a pica na minha bunda, eu nunca havia feito ou imaginado isso, eu não conseguia respirar, ele me soltou e eu quase cai, ele disse que eu não tinha como fugir e eu disse que iria lhe dar uma porrada no mesmo segundo senti um soco, cai no chão tonto e não conseguia levantar, fiquei uns dois minutos assim, quando senti uma melhora olhei para frente e lá estava ele totalmente nu, realmente era muito forte, tinha não só os braços, mas todo o corpo musculoso e como era cabeludo, se eu fosse uma mulher estaria com muito tesão, mas não sou e não sabia o que fazer. Ele se aproximou, me puxou pelo braço e esfregou a pica no meu rosto e mandou que chupasse logo senão iria me arrebentar e depois me comer de qualquer jeito, não tinha jeito, segurei o pau dele, era enorme, devia ter uns 26 cm, puxei a pele e vi o cabeção roxo e como brilhava e como estava duro, comecei passando a língua em todo o contorno e depois enfiei até onde conseguia na boca, senti um arrepio, como era bom sentir aquele cacetão na boca, chupei e chupei, ele começou a esguichar todo seu leite e como era quente e gostoso, ele mandou que engolisse, e assim fiz, pois era delicioso. Incrível, mas o pau dele continuava duro, ele me levantou e arrancou meu short e minha cueca de uma só vez, vestiu uma camisinha e molhou um dedo na boca e começou a enfiar na minha bunda, acho que queria me lubrificar, na mesma hora senti todo meu corpo arrepiado, meu pau duríssimo, ele riu e disse que sabia que eu iria gostar do pau dele e que não adiantava fingir que não estava adorando. Então encostou aquele caralhão na minha bunda e foi enfiando bem devagar, eu pude sentir cada veia daquele caralhão e cada prega da minha bundinha se soltar, ele estava me abrindo todo, mas era uma dor suportável e agradável, ele enfiou tudo e colou seu peito cabeludo nas minhas costas, eu sentia todo o seu corpo no meu e não conhecia essa sensação, estava perdido, sem saber o que fazer, ele começo a tirar e colocar toda aquela piroca do meu rabo e eu já havia perdido o controle e pedia por pica, dizia que ele era maravilhoso e implorava por pica, ele me comia sem piedade, eu sentia o saco dele socando no meu rabo, comecei a gozar alucinadamente, minha s pernas estavam bambas e ele também começou a me encher com seu leite quente, eu sentia escorrendo pelas minhas pernas, foi demais passamos toda a noite juntos e trocamos telefones, nunca imaginei isso, mas fiquei viciado na pica dele, huuuummmmmm. 

Torne-se um membro e comente
rodape fixo Hotboys