Atendimento

CONTO ERÓTICO

imagem conto

Pica Grossa do Nego

E ai pessoal!
Cá pra nós, a internet facilita mesmo na pegação, né? As vezes até para um lance mais sério, mas nos últimos tempos tô usando pra achar sexo fácil.
Meu radar gay tá sempre ligado e meus aplicativos também.
Era uma manhã de quinta-feira e eu estava bem estressado no trabalho, quando recebi uma mensagem em um aplicativo gay.
Era um cara negro, 26 anos, 1.78 e 75kg, só de ser negro já me deu tesão, tenho uma queda por esse tom de pele.
Trocamos ideia o dia todo, ele namorava e só tava afim foder um cuzinho, o que pra mim tava ótimo, já que na época eu estava um pouco enrolado.
Trocamos algumas fotos, ele tinha uma beleza meio exótica, negro com olhos levemente puxados e usava um black power extremamente cacheado e um sorriso lindo. Tinha o corpo normal, com uma barriguinha de shop, mas nada mal.
O cacete, pareceu pequeno, fugindo do "padrão" dos negros, mas tudo bem, realmente não gosto de dar pra caras super dotados, ainda mais quando dizem ser só ativos.
Decidimos nos encontrar após as 18h na casa dele, eu ainda tinha muito o que fazer no trabalho e não dava pra sair mais cedo.
A hora parecia não passar, estava louco pra experimentar aquele cacete. Quando deu 18h desliguei meu computador e pedi um taxi, era muito perto, em 5 minutos eu estava lá.
Ele atende a companhia, tão bonito quanto nas fotos, trajando uma regata branca e uma cueca estampada, não muito sexy...rs, mas como íamos tirá-lá, nem me importei.
Ele me deu um beijo e indicou s direção do banheiro, precisava de banho relaxar, estava muito quente.
Sai do banho enrolado em sua toalha e com meu pau meia bomba, ele estava no quarto lendo um livro, me olhou de forma provocante, puxando-me para sentar entre suas pernas, me deu um beijo molhado e longo, lábios macios...
Desenrolou a toalha e jogou ao chão, me masturbando ao me beijar, meu pau já estava duro e ele não parava, me jogou na cama e se despiu, revelando um cacete médio, mas muito grosso, minha mão ficou cheia, enquanto me beijava, eu acariciava aqueles belos cabelos e pensava no quanto o seu pau era grosso, recebi diversas mamadas no meu pau, que ele não cansava de dizer ser lindo, sem mais delongas, me colocou de quatro e fez um cunete inexplicável, que boca era aquela!? Me deixou maluco de tesão, gemi como se tivessem me penetrado, ele sabia o que estava fazendo e sim foi por uns bons minutos, ele estava na verdade me lubrificando pra logo enfiar a sua tora de cacete.
Colocou a camisinha, pegou o ky e logo estava tentando me penetrar, parecia impossível ceder meu cuzinho para aquele cacete grosso, foram inúmeras tentativas, quanto mais ele tentava, mais vontade eu tinha.
Enfim ele conseguiu abrir o meu cuzinho, certamente o pau mais grosso que me fodeu até hoje, ainda de quatro, ele metia lentamente e me beijava, quando me acostumei mudamos de posição, de frango assado, ele me pressionava contra a cama, rasgando meu cuzinho com vontade, eu não conseguia parar de gemer.
Ele meteu com muito gosto e as vezes alcançava meu pau com a boca.
Eu não aguentava mais dar e pedi pra foder forte pra gozar e assim ele fez, foi uns 10 minutos de fortes estocadas e nada dele gozar, ele batia pra mim, até que eu gozei, ele tirou o cacete do meu cuzinho e ficou admirando o estrago, me senti relaxado.
Ele tirou a camisinha e começou a se masturbar, gozou em cheio no peito e se jogou sobre mim, misturando nossas gozadas e me beijando loucamente.
Depois de tanta sujeira, tomamos um banho e nos deitamos por mais um tempo.

Logo fui embora, me sentindo relaxado mas feliz, até esqueci dos problemas no trabalho...

Ainda troco mensagens com ele, mas tenho medo de encarar aquele cacete de novo.
Se rolar outra vez, tiro fotos pra vocês.

Torne-se um membro e comente