Atendimento

icone pimentaCONTO ERÓTICO

Estava em casa e a campainha tocou.
Era o meu vizinho PM que havia retornado conforme ele havia dito.
Entrou, estava vindo de casa, com um short e uma camiseta, uma verdadeira delícia.
Sentou na sala e ficamos conversando. De vez em quando ele passava a mão no pau, mas não tinha ereção nenhuma.
Não aguentava mais aquela angústia e falei. - Você veio para continuar a foda ou apenas para conversar.
Ele me olhou e disse que queria conversar apenas.
Meu mundo foi ao chão, mas antes de qualquer coisa, devemos ser amigo e depois amantes.
Ele ficou falando da esposa que não se cuidava, parecia uma mendiga dentro de casa, dos filhos que não tinha a mínima educação, pois a mãe não educava, dos dias de horror que passava no 9º Batalhão, e eu escutando, mas juro que não estava interessado na mulher e nem nos filhos dele, mas quando começou a falar do batalhão, fiquei impressionado com os relatos da vida de um PM no Rio de Janeiro.
Em certo momento, sentei ao lado dele e coloquei sua cabeça no meu colo, e ele se acomodou a aceitou meu cafuné como uma criança carente. Aquilo me emocionou.
Ver um homem que enfrenta bandidos e dentro de minha casa agindo como uma criança carente e indefesa. Uau, que coisa.
Mas em certo momento, dei-lhe um beijo na boca, morrendo de medo de ser esbofeteado, mas ao contrário, fui correspondido.
Ele me falou: - Paulo, quero que você seja meu amante, eu adoro ficar ao seu lado, mas não posso deixar minha esposa, pois ela passaria um inferno se eu não estiver perto dela.
Respondi que deveríamos fazer como o Zeca Pagodinho, deixar a vida nos levar, até onde um dos dois não desejasse mais o outro. Ele me lascou um beijo e prometeu que seria sincero se perdesse o desejo.
Levantou-se, tirou o short e a camiseta, exibindo um pau maravilhoso e puxou minha cabeça para mamar. Engoli aquele cacete com a fome de um leão, mamei muito e brinquei com os ovos na minha boca.
Ele sentou no sofá e mandou eu tirar minha roupa, o que fiz imediatamente.
Mamou meu pau, beijou meu corpo todo, minha boca e ficou brincando com minhas preguinhas (bicha mentirosa, até parece que ainda tem kkkk) e colocou a camisinha. Me colocou de frango e foi penetrando lentamente, com muito amor. Perguntou se estava bom e eu sorri e acenei com a cabeça confirmando.
Ele começou um entra e sai tão forte, eu gemendo e ele ficando cada vez mais excitado com a situação, retirava e metia de uma vez, que eu não aguentei e gozei. Ele continuou metendo e cada vez mais rápido, meu pau reagiu novamente e ele ficando louco, a cabeça do pau dele foi ficando cada vez maior, quando ele tira o pau, retira a camisinha e goza na minha cara, meu cabelo e meu peito. Jatos muito fortes de porra me lambuzou todo.
Se jogou sobre o meu corpo e ficou me beijando, carinhosamente.
Pediu perdão que não teria tempo de me dar, mas que na próxima ele teria uma surpresinha que eu iria adorar.

Fomos ao banheiro, tomamos um banho, ele meteu mais um pouquinho mas não quis gozar.

Levei ele no portão e ele disse que na próxima semana traria uma surpresa pra mim

Torne-se um membro e comente
imagem fundo antiflagra
Assista aos melhores vídeos Bareback do pornô nacional Assine Agora
Já é assinante?