imagem contoCONTO

Estava trabalhando nas eleições com o meu carro como carro de som, e devido tal serviço, acabamos passando por ruas que jamais pensaríamos em passar. Ruas totalmente sem movimento e exclusivamente residenciais.
Ao passar por uma rua bem tranquila, vi um salão de barbeiro e parei o carro para fazer a barba e cortar o cabelo.
Eis que repentinamente um garotão maravilhoso, branco, uns 25 anos, 1,75m, cavanhaque e corpo troncudo me perguntou se eu gostaria de cortar o cabelo.
Fiquei meio que paralisado mas respondi que sim. Ele perguntou se era só o cabelo e disse que queria fazer a barba também.
Enquanto cortava o meu cabelo, ele encostava o pau no meu braço, e eu como não sou bobo, fui deixando o braço cair mais para fora, e ele ficava roçando o pau dele.
Quando foi fazer a barba, o pau dele já estava meio que querendo endurecer e eu só torcendo para ficar duro.
Acontece que sempre tem uns babacas que não tem o que fazer e ficam de papo no barbeiro e estavam atrapalhando meu "desenvolvimento" com o barbeiro.
Acabou de cortar e agiu como se nada houvesse acontecido. Fiquei na dúvida se o pau dele estava crescendo mesmo ou se era minha imaginação fértil.
Depois deste dia fui lá semana sim, semana não e ele sempre na mesma atitude.

Agora, quando chegou o carnaval, conversando ele disse que iria para Angra dos Reis para a casa de uma tia e que não conhecia lá. Expliquei que era um local muito agradável, mas que em épocas específicas como Carnaval, a cidade ficava muito cheia e perdia um pouco a graça.

Quando passou o carnaval, na quinta-feira após, fui cortar o cabelo e fazer a barba e ele estava meio diferente, não falava muito e fazendo caras e caretas. Perguntei o que estava acontecendo e ele disse que passou protetor solar apenas no rosto e o restante do corpo estava que era só bolhas.
Falei que eu tinha um produto bom para queimaduras e se ele deixasse eu passaria nele. (na verdade eu tenho , mas é aerosol e eu queria passar a mão no corpo dele). Ele aceitou e fui correndo na farmácia e falei que queria CALAMED pomada e comprei.

Retornei e ele estava fechando a loja, pois não aguentava mais. Me pediu para esperar e me levou para a casa dele que ficava nos fundos da loja. Entramos e ele sem a mínima cerimônia tirou a roupa toda. Quase desmaiei.
Umas pernas torneadas maravilhosas e um peito bem definido. Uma bundinha redondinha e uma piroca aparentemente pequena (que engano) e uns pentelhinhos na dose certa.
Ele se deitou de bunda para cima e fui passando, claro que menos na bunda, pois ele não foi em praia naturista. Passei o remédio e ele dizendo que estava aliviando, pois era geladinho.
Mandei ele virar de barriga para cima e me deparei com uma piroca quase dura de aproximadamente uns 18cm. Fiz de bobo e perguntei o que era aqui, e ele respondeu que ela estava da mesma forma que ficava no meu braço.
Caí de boca e chupei muito a piroca dele, pois sabia que não poderíamos fazer nada devido as bolhas do seu corpo. Mamei até ele gozar e ele me deu um beijo. Acabei de passar o remédio e fui embora.
Esta semana retornei e ele me devolveu o remédio e me pediu para ficar por último que um amigo dele estava chegando e estava com horário apertado, concordei e fiquei esperando.
O amigo chegou e cortou o cabelo. Quando o amigo dele saiu, ele disse se eu me importaria dele fechar as portas, pois não iria atender mais ninguém. Disse que não e ele fechou.
Começou a cortar meu cabelo e quando foi fazer a barba me deu um beijo na boca e disse que estava quente, se ele poderia ficar mais a vontade.
Disse que sim e ele tirou a camisa. recostei minha cabeça na cadeira e quando ele estava fazendo minha barba, senti o seu pau duríssimo no meu braço. Quando olhei, ele estava completamente pelado fazendo minha barba.
Já mamei ali mesmo e ele me mamou e brincamos muito. fiquei de joelhos na cadeira ele meteu que foi uma coisa de louco.
Depois ele ficou e eu o comi da mesma forma. Ele deitou a cadeira e me colocou de frango assado e ficou me comendo e batendo uma em mim. Gozei e ele disse que iria gozar também.
Nos beijamos e fui embora. Quando cheguei no carro tive que retornar e bater na porta. Ele abriu e perguntou o que havia esquecido, e eu respondi.......
De fazer a outra metade da barba kkkkkkk

Torne-se um membro e comente