imagem contoCONTO

Isso aconteceu comigo quando estava no 3º ano do ensino médio.

Bom o 3 º ano é o ano da neura, que vc fica preocupado com pré-vestibular, empregos e etc. Minha turma tava toda tensa por causa disso e uma menina da turma estava fazendo aniversário, me convidou e chamou só algumas pessoas da sala pra ir também. Acho que da sala foram cerca de 10 a 12 alunos. No dia da festa dela, eu combinei com esse meu amigo que vou chamar de Vitor (fictício) de irmos juntos. Vitor era bem parecido comigo, alto, magro, branco e a bunda dela era mediana. Não era muito bonito não, mas conseguia pegar uma mina ou outra. Quando estávamos na festa, uma das meninas deu a ideia de fazer o jogo de vendar os olhos de duas pessoas, fazendo duas equipes e ai eles tinham que adivinhar o que estava sendo colocado na boca, podia ser comida ou objeto, mas combinamos que não seria nada sujo ou algo estragado/amargo. Nos divertimos, bebemos e fomos embora. O Vitor era meio fraco pra bebida e com medo dos pais brigarem com eles por está meio alto, perguntou se podia dormir lá em casa, na qual respondi que não haveria problema nenhum já que meus pais não ligavam de meus amigos dormirem lá. Chegando em casa, tomamos um banho, emprestei um short pra ele e fomos dormir. No outro dia, meus pais já tinham saído pra trabalhar, era umas 10 da manhã, eu com aquele tesão matinal de pica de dura e ele deitado no colchão, com a bundinha virada pra mim dormindo de boa. Eu resolvi ir no banheiro mijar pra ver se amolecia. Eu tinha dormido sem camisa com aqueles pijamas que são bem soltinhos, com tecido mole. Passei por ele e vi que ele já estava acordado, mas tava deitado parado, ele viu minha mala dura, fazendo uma barraca legal, deu um risinho e eu fui no banheiro sem da moral pra ele. É como disse galera, ele não era bonito, nem sentia nada por ele, tesão nem nada. Mijei, fui pra sala, montei mais ou menos a mesa pra lanchar e nesse momento ele já tava saindo do banheiro, nessa hora meu pau nem tava mais duro, tava meia bomba pra mole já. Sentamos na mesa começamos a comer e falar da festa, das meninas, quem tava gostosa, quem comeria, meu pau até chegou da sinal de vida e quando levantei pra guardar as coisas na geladeira, vi que ele deu mais uma vez uma manjada. Como tava com tesão, comecei a pensar em alguma maneira de fazer ele me chupar e foi quando eu lembrei da festa ontem da brincadeira de vendar e por algo na boca do outro. Eu com meu pau meia bomba, perguntei pra ele se ele queria jogar aquele jogo da festa e pra minha surpresa ele topou. Falei pra sentar no chão da sala e fui pegar uma meia daquelas social que estica pra fazer como venda. Ele sentado e eu pé na frente com meu pau na altura do rosto dele me inclinei e tampei os olhos deles e fui na cozinha pegar molho, comida pra fazer a brincadeira... Nisso já comecei patolar bem meu pau pra ficar duro e quando voltei perguntei se ele conseguia ver algo e ele dizia que não, então eu botei meu pau pra fora e cheguei perto do rosto dele e perguntei de novo se ele conseguia ver e novamente ele respondeu não naturalmente, bom como não demonstrou surpresa, acredito que não estava vendo mesmo. Primeiro eu peguei uma colher botei um pouco de mel e falei pra ele abrir a boca, feito isso, perguntei o que era e ele respondeu certo, eu patolava mais um pouco meu pau e peguei uma geleia que tinha lá, acho que era de goiaba, botei um pouco na colher de novo e ele respondeu certo. Ai resolvi pegar um pedaço de pão, ele meio que deu pra trás, tipo no susto, sei lá deve ter pensado que era outra coisa, riu, mastigou e respondeu o que era. Com o polegar enfiei dentro da maionese e levei pra ele, ele chupou um pouquinho e tirou a boca, falei pra relaxar que era meu dedo, pois as colheres já estavam sujas e era mais fácil de limpar, ai ele riu, levei meu dedo de novo, ele chupou e eu até zoei fazendo meu dedo entrar e sai como se ele tivesse pagando o boquete pro meu dedo, aí ele riu e respondeu certo, Aí resolvi arriscar, botei bastante leite condesado na cabeça do meu pau que nessa hora além de duro estava babando e falei que ia ser alguma coisa doce, mandei abrir a boca, puxei bem a pele pra trás deixando só a cabeça exposta e levei meu pau pra boca dele. Bicho, ele deu uma chupada com tudo na cabeça, chegou o dente bater e me incomodar, ai eu tirei, reclamei e falei pra ele tomar cuidado, pois ia machucar meu “dedo”. Não sei se nessa hora ele já tinha sacado que era meu pau, mas nada falou de reclamar, só pediu desculpa e disse que ia tomar mais cuidado, ai levei meu pau de novo pq ainda tava com leite condesado e ele deu umas duas mamadas na cabeça e falou que era leite condesado. Aí abri um potezinho de Danoninho, enfiei meu pau dentro fazendo que ficasse não só a cabeça, mas uma parte do pau lambuzado e levei de novo, ele abriu a boca e chupou tudinho, eu ainda cheguei a fazer um vai e vem na boca dele como se tivesse fudendo, ai ele tirou a boca, respondeu o que era e perguntou no que eu tava colocando pq era grosso pra ser meu polegar, ai pensei na primeira besteira que veio na cabeça e disse que era o cabo de uma dessas colheres de pau. Lógico que não colou, mas ele não falou nada, então peguei leite condesado de novo e passei só que agora até a metade do meu pau e botei pra ele mamar e fiquei fudendo a boca dele enfiando a metade e tirando e ele chupando sem reclamar, ai quando eu puxei meu pau pra trás pra enfiar de novo, ele tirou a boca, disse que tava cansando, porra eu já tava quase gozando, perguntou se tinha mais alguma, ai eu disse que sim, comecei bater mais rápido e quando estava perto de gozar parei, peguei mais um pouco do iogurte e botei pra ele mamar de novo, só que aí foda-se, com uma mão segurei a cabeça dele e puxei pra ele engolir todo, nisso não tinha nem como ele fingir que não sabia que era meu pau, eu enfiava fazendo ele levar umas boladas no queixo e sem avisar enfiei no fundo da garganta e gozei, gemi alto. Tenho certeza que foi umas 4 gofadas direto na garganta e mais algumas na língua e um pouco nos lábios. Aí tirei a venda dele e botei meu pau pra ele limpar com a língua, coisa que fez sem reclamar. Levantei meu pijama e fui no banheiro mijar de novo, ele aproveitou e colocou a roupa dele e falou que tinha que ir embora, agradeceu pela comida, pelo leite rs e partiu.

Torne-se um membro e comente