imagem contoCONTO

  Boa noite galera leitora, desculpe o tempo sem escrever muita correria aqui no Rio de Janeiro por causa do trabalho...
Bom, quem não leu meus outros contos vou me descrever; sou moreno, claro, careca de cavanhaque, 1,68, 70kg e 18cm.
   Vamos ao conto que aconteceu em fevereiro, moro em Campo Grande e quem é daqui do Rio sabe que na quarta-feira de cinzas choveu muito e alagou todo meu bairro do qual a água danificou minha área de serviço e conversando com um amigo, ele me indicou um pedreiro, Junior que era de confiança e fazia um preço bom.

O Junior é um negão daqueles, baixinho e fortinho de obras, 1,65 de altura e pesa 75kg, 19cm de rola que vi depois kkk.
Eu já estava com o material comprado pois meu vizinho tinha me listado o que precisaria comprar pois não entendo nada de obra.
Combinei com o Junior uma noite antes pelo WhatsApp e no outro dia as 8hs ele chegou de bike, bermuda tactel, camiseta e mochila.
Eu havia feito café, comprado pão pra receber bem ele né kkkk mostrei o banheiro pra ele trocar de roupa e mostrei o material da obra quando ele sai do banheiro com uma camiseta mais surrada e outra bermuda, notei que ele está sem cueca pois o movimento dentro da bermuda era grande, não tive como não dá uma encarada kkk e acho q ele percebeu pois deu aquela risada de canto de boca...
Tomamos café e ele começou o serviço e como eu estava de folga, fui para o quarto assistir tv e sempre ia na área para saber se ele precisava de algo e vi que ele sempre dava uma olhada no celular e em uma das vezes que fui na área ouvi uma mensagem chegando no celular dele, quem tem o Scruff sabe o barulho da mensagem quando chega, fiquei surpreso e pensei “será???”. Rapidamente reinstalei o meu e fui pesquisar na área pra ter certeza e “Pimba!” era ele “casado ativo”, conversei com ele pelo app sem ele saber que era eu até a hora do almoço quando ao chamar ele para almoçar, chamei-o de casado ativo como no app, ele me olhou surpreso e sorriu peguei uma toalha para ele tomar um banho para almoçar e aproveitei para dar uma pegada na pica dele que já estava durasso na bermuda, damos um beijo gostoso com gosto de suor “que delícia kkk”.
Ele saiu enrolado só na toalha e nós fomos direto para o meu quarto, nos beijamos e num
estante abaixei minha cueca e lá estávamos os dois com as peças durassas numa deliciosa briga de espadas, ele sentou na cama e comecei um oral que deixou ele maluco indo da cabeça da pica até o saco, tudo depiladinho, deitei ele na cama e ofereci minha pica que ele não pensou 2x, então começamos um 69 delicioso. Como o negão chupava gostoso era certo que ele fazia isso a tempos já, então para um ativo ele chupava muito bem então fui mais para baixo na linguada e comecei a línguar o cu dele, aí o negão se entregou e se arrepiou todo aí parti pra dentro, ficamos uns 30 min ele na minha pica e eu chupando e linguado o cu dele até ele pedir pra comer ele...

  Nossa nem pensei muito peguei a camisinha e um gel no guarda roupa encapei a criança, passei um gel imaginando que ia entrar com dificuldades... Que nada! O cu dele sugou minha pica, “caralho que delícia aquele negão cavalgando na minha pica... como ele deu gostoso” depois fodemos de 4, em pé, de lado e ele sempre pedindo pica pra socar com força e quando coloquei de fogo assado o negão implorou pra socar que ele gostava de gozar de fogo assado eu lógico que obedeci, lamentei as estocadas até ver ele gozar tanto no peito dele que quase voou na cara dele, o que me deixou ainda mais louco...

Mais duas socadas, tirei rápido dele, tirei a camisinha e gozei aos berros que nem um louco no peito dele, caímos na cama por uns 5min e fomos tomar banho juntos...
Almoçamos e ele voltou ao trabalho, as 17hs ele foi tomar banho e voltar para a mulher dele mas não antes de uma boa mamada de despedida.

Torne-se um membro e comente